FGTS: diferimento pode liberar R$ 40 bilhões para as empresas