Empresa é condenada a pagar férias em dobro por acionar trabalhador durante descanso